15 de out de 2010

Cabo Verde 1


Primeiro, o céu. Carregado de cores e de expectativas. Depois, as nuvens se dissipando dentro de mim, à espera da revelação.
Voar é carregar asas no peito, azuis no olhos, vento nas mãos e muita esperança no comboio de corda.
No ar, 13 de outubro de 2010.

2 comentários:

Veronica Benesi disse...

"Comboio de cordas". Linda metáfora! Lindos, a foto e o poema.

;-))

Beijos, Chris

orlando disse...

ah-rá!
^^
oi professora! te achei agora estou te perseguindo!
heheh
abraço

ps.: tb tenho um blog, se tiver afim d curiar ai vai:
brandaorla.blogspot.com